Falafel

Falafel (ou pastéis de grão) é uma daquelas receitas que é super económica, fácil de fazer e que rende bastante. 
Gosto de ter sempre uma caixinha no congelador para aqueles dias em que tenho menos tempo, paciência ou imaginação para a cozinha.

A primeira vez que fiz falafel ainda levava farinha e era frito em óleo.
Com os anos fui adaptando a receita e é essa que hoje partilho com vocês. 

O falafel pode ser feito tanto com grão como com favas.


Ingredientes:

  • 2 c.sobremesa sementes de coentros *
  • 1 c.sobremesa sementes de cominhos ou cominhos em pó *
  • 1 c.sobremesa gengibre em pó *
  • 1 c.chá flocos de chilli
  • 500g  grão cozido
  • sumo de limão
  • coentros e/ou hortelã picados
  • sementes de sésamo
  • sal

* estas foram as especiarias que escolhi, mas caso não encontrem ou não sejam do vosso agrado podem adaptar.

Modo de preparação:

  • Numa frigideira colocar as sementes de coentros, os cominhos e os flocos de chilli e deixar torrar um pouco.
  • Reduzir as especiarias em pó com a ajuda de um almofariz.
  • Triturar o grão juntamente com  sumo de meio limão e uma pitada de sal.
  • Juntar coentros e/ou hortelã picados e as especiarias.
  • Rectificar o tempero se necessário.
  • Formar bolinhas com a mistura obtida, envolver com as sementes de sésamo e achatar.
  • Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno pré-aquecido a 180ºc até os pastéis estarem dourados.

Esta receita como não leva nem farinha nem ovos faz com que os pastéis fiquem mais molinhos pelo que recomendo que antes de moldar coloquem a mistura no frigorífico e os façam no forno. 

Se preferirem podem fazer bolinhas mais pequeninas e nesse caso já terão mais facilidade em dourar e virar na frigideira.

Para que fiquem menos moles podem juntar um pouco de farinha de aveia até obterem a consistência desejada.

*** Rende 18 pastéis de 30g ***


Para acompanhar os falafel fiz um molho de iogurte com:
1 iogurte grego natural
2 dentes de alho
coentros 
hortelã

Grão com especiarias

Super simples de preparar e que serve na perfeição como acompanhamento ou snack.⁣

Geralmente faço só com especiarias , mas desta vez juntei também levedura com sabor a queijo e só vos digo … ficou de babar.

•Numa frigideira larga aqueci um fio de azeite . ⁣
•Adicionei 1 dente de alho picado e flocos de chilli. ⁣
•De seguida juntei o grão cozido e escorrido, temperei com sal, pimenta, oregãos e paprika.
•Salteei por alguns minutos, até o grão ganhar cor. ⁣
•No final rectifiquei o tempero e polvilhei com 2 c.sopa de levedura, que para além do sabor a queijo , deixou o grão bem cremoso.


A levedura nutricional é rica em proteínasvitaminassais mineraisfibras e outros nutrientes.
A que usei para esta receita tem sabor a queijo e é da Aurifoods .

Amendoins caramelizados com sementes de sésamo

Ingredientes:
• 6 c.s. açúcar de coco 
• 6 c.s. água
• sal (usei sal rosa)
• 1 caneca de amendoins torrados (podem também usar mistura de frutos secos. Com caju e amêndoas fica também muito bom)
• 30g sementes de sésamo (usei mistura de sésamo branco e preto)

Modo de preparação:
• numa panela colocar a água, uma pitada de sal e o açúcar de coco.
• levar a lume brando até todo o açúcar estar dissolvido
• juntar os amendoins e deixar ferver lentamente, mexendo sempre para não colar ao fundo.
• quando o açúcar começar a formar fios adicionar as sementes de sésamo e envolver bem.
• sem deixar arrefecer colocar os amendoins em cima de uma folha de papel vegetal, soltá-los uns dos outros e deixar arrefecer.
• depois é só guardar num frasco hermético… se sobrarem 😂


Depois de frios é suposto que os frutos secos fiquem secos e soltos, se ficarem peganhentos é porque não retiraram toda a humidade ao caramelo , nesse caso podem voltar a aquecer na frigideira ou levar ao forno uns minutos .

Dumplings (gyozas – Momos)

Há receitas que precisam de uma dose de amor, mas esta… esta precisa de uma boa dose de paciência! Prometo-vos no entanto que vai valer bem a pena!


A primeira coisa a preparar é a massa.
A massa é bastante simples e não tem que enganar: à base de farinha de trigo, sal e água.

Se quiserem podem colorir a massa com corantes naturais: matcha ou espinafres moídos para verde, sumo de beterraba para rosa e caril para amarelo.

Para cada cor de massa usei 1 caneca (de 250ml) de farinha de trigo T55 sem fermento e peneirada, 1 pitada de sal e fui adicionando água aos poucos até obter uma massa elástica e fácil de moldar (usei mais ou menos meia caneca de água).

Para que a coloração da massa fique mais homogénea, optem por juntar os corantes à água. A quantidade de corante é a vosso gosto, conforme prefiram cores mais ou menos intensas.

Depois das 3 massas estarem prontas (amarela, rosa e verde) , enrolei num pano ligeiramente húmido e deixei a repousar.

Enquanto as massas repousavam preparei o recheio.


Ingredientes para o recheio:
• 4 dentes de alho picados
• 2cm de gengibre fresco ralado
• 1 pedaço de curcuma fresca ralada (podem substituir por curcuma em pó)
• flocos de chilli a gosto (ou outro picante que prefiram)
• 1 c.sobrem. paprika
• 1 c.chá cominhos em pó
• azeite
• 90g cebola picada
• 60g alho francês finamente cortado
• 10 cogumelos frescos picados
• 60g cenoura ralada
• 60g rebentos de soja
• sal
• coentros

Modo de preparação:
• Numa frigideira larga aquecer um fio de azeite
• Juntar o alho, o gengibre, a curcuma , os flocos de chilli e deixar fritar um pouco até começarem a libertar sabores.
• Juntar a cebola e a paprika.
• Quando a cebola estiver mole, adicionar o alho francês, a cenoura, os rebentos de soja e os cogumelos.
• Temperar com sal (ou molho de soja) e os cominhos.
• Se a mistura começar a ficar muito seca, juntar um pouquinho de água.
•  Rectificar o tempero e polvilhar com os coentros picados.
• Deixar arrefecer.


Com a massa e o recheio preparados, segue-se a parte em que vão ter de depositar muita paciência: a montagem dos dumplings.

• Numa superfície enfarinhada, esticar a massa até ficar com uns 2/3mm de espessura.
A massa deve ficar o mais fina possível mas que não rasgue quando estiverem a rechear.
• Para ajudar o manuseamento da massa podem untar as mãos com azeite.
• Cortar a massa em círculos com a ajuda de um copo ou tigela.
Lembrem-se … quanto mais pequenos os círculos mais dumplings vão ter de montar.
• Adicionar uma ou duas colheres de recheio e fechar a massa.

No youtube, se pesquisarem por “fold dumpling” vão encontrar centenas de vídeos que ensinam a montar os dumplings desde a forma mais simples à mais criativa.


O último passo é cozinhar os dumplings. Podem fazê-lo de duas formas: ou fritam ou cozinham a vapor. Eu geralmente opto pela segunda opção.

Para cozinhar a vapor utilizo a varoma da Bimby, mas também podem utilizar aqueles acessórios que se montam nas panelas para cozinhar a vapor.

Assim, para cozer a vapor na Bimby, devem colocar 1L de água no copo e programar 10min./vel.1./varoma
Enquanto a água aquece, forrar os tabuleiros da varoma com papel vegetal molhado e espremido e pincelar com azeite .
Convém não tapar todos os furos para haver circulação de vapor.
De seguida colocar os dumplings sobre o papel vegetal e programar 25min./varoma/vel.1.


Os dumplings servem bem acompanhados com molho de soja, chutney ou outro molho a vosso gosto.

Bao’s -receita na Bimby

Os bao’s são pãezinhos chineses cozidos a vapor e que podem ser recheados de mil e uma formas.


Depois de ter experimentando bao´s numa carrinha de street food, não descansei enquanto na fiz em casa.

Estes foram recheados com: 
– jaca com molho barbecue
– salada de couve roxa e veggie-naise
– cebola roxa
– cebolinha
– coentros
-malagueta

Ingredientes:
-200ml de água morna
– 1 saqueta de fermento de padeiro (4,6g)
– 20g de açúcar
-500g de farinha T55 sem fermento
– 5g fermento químico
– sal a gosto (eu coloquei 5g) 
-20g de óleo de coco (ou óleo de girassol)
– 25g de leite em pó (opcional. Eu coloquei leite de amêndoa em pó)
– 50ml de bebida vegetal (ou leite)

Modo de preparação:
– no copo da bimby colocar a água morna, o fermento de padeiro e o açúcar. Seleccionar 5seg./vel.5 e deixar repousar cerca de 5 minutos.
– numa taça à parte misturar a farinha, o sal e o leite em pó. De seguida misturar o fermento químico.
– colocar o óleo, a bebida vegetal e a farinha no copo na bimby. Seleccionar 8min./espiga.
– formar uma bola com a massa obtida, colocar numa taça untada com óleo , tapar com um pano húmido e deixar repousar cerca de 1 hora ou até a massa dobrar o tamanho.
– depois da massa levedar, voltar a amassar bem numa superfície polvilhada com farinha, até a massa ficar bem elástica e lisa.
– esticar a massa até ficar com cerca de 1cm de espessura e pincelar com óleo.
– cortar em círculos com 8 a 10cm de diâmetro.
– esticar ligeiramente os círculos até ficarem ovais.
– voltar a pincelar com óleo, dobrar ao meio e pressionar ligeiramente.
– dispor os bao’s sobre quadrados de papel vegetal , tapar com um pano húmido e deixar repousar cerca de 1 hora.
– no copo da bimby colocar 500ml de água, dispor os bao’s na varoma com o papel vegetal para não colarem ao fundo. No entanto tenham atenção em deixar alguns buracos destapados para permitirem a circulação de vapor.
– programar 30min. / varoma / vel. 4.
– no final deixar repousar os bao’s dentro da varoma, sem destapar, cerca de 5 minutos.

E estão prontos para rechear! Eu optei por jaca com molho barbecue mas podem optar por outros recheios a vosso gosto tal como carne de porco desfiada, frango, mistura de vegetais.

Caso tenham ficado com dúvidas na forma como os bao’s devem ser esticados e moldados, aconselho a que espreitem alguns vídeos no youtube que ajudam bastante.

Trilogia de bubble waffles salgadas

A máquina de bubble waffles é basicamente uma máquina de waffles comum mas em vez dos quadradinhos, faz estas almofadinhas, pelo que as waffles ficam mais fofas e menos secas por dentro.
Desenganem-se se acham que esta é mais uma máquina para guardar na despensa depois de 1 ou 2 utilizações. 

Quer esta máquina, quer a de waffles comum pode ser utilizada para fazer pão de queijo, peixinhos da horta e até mesmo pataniscas.  

Deixo-vos as receitas de seguida:

Pataniscas de bacalhau

Ingredientes: 
• 500g bacalhau (usei congelado e desfiado)
• 1 cebola pequena (+/- 100g)
• 80g de azeitonas pretas picadas (sei que não é comum em pataniscas , mas se gostam de azeitonas vão adorar!)
• 20-25g salsa 
• 350g farinha com fermento 
• 4 ovos 
• 300g de água da cozedura do bacalhau 
• sal e pimenta
• azeite 

Modo de preparação:
• cozer o bacalhau em água com sal 
• reservar a água da cozedura • desfiar o bacalhau caso esteja em pedaços grandes
• numa frigideira aquecer 1 fio de azeite e juntar a cebola picada 
• adicionar o bacalhau e temperar com sal e pimenta• deixar cozinhar um pouco para o bacalhau ganhar o sabor da cebola , mas não deixar muito tempo para não secar 
• numa taça misturar os ovos , a farinha , a água de cozedura do bacalhau, as azeitonas e a salsa picada 
• juntar o bacalhau e rectificar o tempero 
• colocar colheradas da massa na máquina de waffles ou bubble waffles e deixar cozinhar até as pataniscas ficarem douradas. 

Caso optem por uma máquina de waffles comum, não deixem cozinhar demasiado as waffles para não ficarem secas. 

Esta massa rende bastantes pataniscas , caso tenham falta de paciência tal como eu , podem desistir a meio e congelar parte da massa. Depois quando quiserem voltar a fazer é só deixar descongelar e fazer as waffles. A massa fica igualmente boa depois de descongelada. 

Peixinhos da horta

Ingredientes:
• 4 ovos 
• 50g fubá de mandioca ou polvilho azedo 
• 50g de polvilho doce 
• 300g feijão verde cozido e cortado em tiras 
• sal e pimenta 

Modo de preparação:
• misturar todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea
• colocar colheradas da massa na máquina de waffles ou bubble waffles e deixar cozinhar até as pataniscas ficarem douradas. 

Eu usei este tipo de farinhas mas podem usar qualquer outra a vosso gosto.

Pão de queijo

Ingredientes:
• 170g queijo flamengo ralado 
• 30g queijo parmesão em pó 
• 200g polvilho doce 
• 70ml bebida vegetal (não adoçada)
• 3 ovos xl 

Modo de preparação:
• misturar todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea
• colocar colheradas da massa na máquina de waffles ou bubble waffles e deixar cozinhar até as pataniscas ficarem douradas.